sábado, 4 de dezembro de 2010

Aniversário da Mari Barreto

Nossa amiga Marianna Barreto, do sexto período noturno, comemorou a passagem para a "versão Beta 2.3", como ela mesmo disse, com os amigos de curso nessa sexta-feira, 03 de dezembro, no Bloco B da Cidade Universitária.

A festa surpresa, organizada rapidamente na mesma tarde pela mãe da aniversariante, marcou a data especial para essa jovem jornalista, publicitária e fotografa.

Sensível, carrega consigo um talento incomum para transformar imagens do dia a dia em sentimentos, registrados através de suas lentes, olhos e coração.

O CAJOR deseja muito sucesso nesta nova idade. Parabéns Mari !!!!

Na foto, da esquerda para a direita, Rodrigo, Biga, Cinthia, Isabella Reis, Mari Barreto, Eric, Bruno e o Jomar, que está tirando a fotografia!!!!

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Foca Mural é arquivado na Biblioteca da Uniso

As 15 edições do Foca Mural, produzido pelo CAJor durante os primeiros seis meses de atuação, passaram a fazer parte do acervo da Biblioteca Aluísio de Almeida, do campus Cidade Universitária da Uniso.

Os exemplares foram entregues à bibliotecária-chefe, Vilma Franzoni, para arquivo público pelo presidente do CAJor, Rodrigo Calzzetta Freire, e o Diretor de Profissionalização e Mercado, Igor Tanaka (foto) na noite de ontem.

Vilma destacou a importância de disponibilizar registros das entidades estudantis, pois são importantes para a pesquisa histórica, e para que as próximas diretorias e estudantes possam consultar o que foi desenvolvido nas gestões anteriores.

O presidente do CAJor concorda e destaca que desde o início da ciruculação do Foca Mural já havia a preocupação em arquivá-lo. "Mantê-lo no acervo oficial da nossa biblioteca, além de torná-lo disponível para consulta de qualquer estudante da Uniso, contribui para a manutenção da nossa história".

O jornal

O FOCA circulou pela primeira vez em 16 de agosto e já publicou 15 edições semanais, produzidas por 6 repórteres do 2º semestre de Jornalismo, com orientação e edição final de uma aluna do 6º período. São três matérias com enfoque na comunidade estudantil do curso, valorizando suas atividades acadêmicas e profissionais e ainda informando sobre as ações do CAJor.

Jornalismo inicia bancas de TCCs com dois conceitos A

O oitavo período de Jornalismo deu início às primeiras bancas de TCCs deste semestre no auditório da biblioteca, no campus Cidade Universitária. Os dois projetos experimentais apresentados nesta segunda-feira conquistaram conceito máximo, A, na avaliação dos examinadores prof. Andrea Sanhudo Torres e prof. Fernando Negrão Duarte.
O primeiro TCC avaliado foi o livro-reportagem "Futuro.com", que reflete sobre Jornalismo e Democracia no Brasil contemporâneo. O trabalho tem assinatura dos formandos Anderson Oliveira, Jonatas Rosa e Rogério Dias Paes, e orientação da prof. Patrícia Ribeiro.

A professora presidiu também a segunda apresentação, que teve como produto o livro multimídia "Jornalismo Cidadão", elaborado pelos alunos Ana Silvia, Érick Rodrigues e Keity Finotti.


As avaliações em banca seguem até 10 de dezembro, com apresentações de mais 11 TCCs e ainda 12 Monografias do 6º período, seis do turno manhã e seis do turno noite.

I Exposição CAJor

As ações e eventos destes primeiros seis meses de atuação estão retratados na I Exposição CAJor, que segue até sexta-feira (03/12) no pátio do prédio Administrativo, no campus Cidade Universitária da Uniso.





A mostra possui cinco seções que apresentam os resultados das atividades da equipe: as 15 edições do Foca Mural, o I Fórum Brasil, as 1000 horas em certificados emitidos, o CA na mídia regional e ainda a Repercussão entre profissionais do mercado e associações, do colegiado de Jornalismo e representantes das cinco turmas.

Na foto, o Presidente do CAJor, Rodrigo Calzzetta Freire, e a curadora da exposição, Míriam Bonora.


sábado, 27 de novembro de 2010

Centro Acadêmico de Jornalismo organiza exposição

O Centro Acadêmico do curso de Jornalismo (CAJOR) organiza entre os dias 29 de novembro e 1º de dezembro uma exposição no pátio do Bloco Administrativo, no campus Cidade Universitária. A mostra vai reunir parte da produção da instituição, fundada em abril deste ano.


"É um evento para mostrar o que os alunos desenvolveram neste nosso primeiro semestre de atuação. É uma parte da produção neste nosso primeiro semestre de fundação e atuação na Universidade de Sorocaba", disse o presidente do CAJOR, Rodrigo Calzzetta Freire.


Dentre os temas da exposição, serão apresentados exemplares do jornal Foca Mural, publicação semanal desenvolvida pelos estudantes do curso. O evento Fórum Brasil, realizado no mês de setembro e que reuniu mais de 250 participantes no auditório da Biblioteca, também terá uma seção especial. No espaço, será retratado cada um de seus 5 dias.

Haverá também espaço para exposição da opinião e repercussão dos professores do curso, representantes de classe e de profissionais da imprensa da região acerca da mobilização dos alunos na criação do Centro Acadêmico.

A exposição terá, ainda, espaço para a exibição dos certificados emitidos pelo CAJOR neste semestre, que juntos somam mais de 1.000 horas, e da clipagem da instituição, com as matérias de destaque que foram publicadas na imprensa.

"Todos os associados do CAJOR, os alunos, funcionários e professores da Uniso e a comunidade em geral estão convidados para a mostra", disse a curadora da exposição Míriam Bonora dos Santos

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Alunos da Iniciação Científica participam de Seminário


Os alunos de Jornalismo que integram os estudos da Iniciação Científica participaram na tarde de quinta-feira, 25 de novembro, do 1º Seminário Geral do programa.


No primeiro compromisso, os jovens pesquisadores do 4º, 6º e 8º período assistiram a palestra sobre 'Ética na pesquisa', ministrada pela Profª Dra. Ana Paula Laura Schilleman, no auditório do Bloco A, no campus Cidade Universitária.


Na foto, da esq. p/ dir., Tatiana Plens (8º), Thiago Consiglio (6º), Rodrigo Freire (6º), Beatriz Nunes (4º), Eric Mantuan(4º), Jomar Bellini (4º), Isabella Reis (6º), Guilherme Giavoni (4º), Míriam Bonora (6º) e Rafaele Breves (6º).


domingo, 19 de setembro de 2010

I FÓRUM BRASIL - depoimentos





"Eu tenho dito que a iniciativa do Centro Acadêmico de Jornalismo é maravilhosa. O aprendizado que os alunos tiveram na primeira edição do Fórum Brasil é fantástico. Tudo foi organizado pelo CaJor que tem somente 4 meses de existência. Isso é uma grande vitória"

(Katy Nassar - Coordenadora do Curso de Jornalismo)












"Acho que deve
ria ter mais tempo para as perguntas dos alunos. O bate papo teria fluido melhor. Os alunos aproveitaram bastante a realização desta ação"

Rafael Morais, 4° período/noturno - 13 set









"A fala do Roberto Freire foi muito clara, idealista e objetiva. Esclareceu bem sua visão de utopia. Deu elementos para que a gente possa fazer nossas análises"

Naysa Rabêlo, 6° período/noturno - 13 set











"O convidado fez o confrontamento de várias idéias. Ele tem muita história para contar, porque presenciou. Acho importante um evento destes, onde podemos conhecer de perto as pessoas em que podemos votar"


Eric Mantuan, 4° período noturno - 13 set









"O convidado deixou de falar dele enquanto candidato para falar mal do partido contrário a ele. Mesmo assim,valeu a experiencia de estar aqui hoje"

Pedro Girão, 2° periodo/noturno - 13 set










“A iniciativa do Fórum é legal, por ter muitos alunos que votarão pela primeira vez este ano (2010). Acho bacana essa idéia de debate.”

Giovana Campos, 4° semestre/ RP






"Eu acho isso uma iniciativa maravilhosa e fantástica porque o espaço que a universidade oferece aos alunos é pra
exatamente acontecer isso sempre!

Os alunos tem que contar que eles fazem a universidade, fazer esses eventos, sejam quais forem, contribuem para os universitários e para a comunidade..Além disso, os alunos de comunicação participando desse evento é algo fantástico, porque eles podem trabalhar e exercitar funções e isso é muito bom. Resumindo, todo evento como este só tem a contribuir e eu parabenizo o Cajor pela iniciativa."


José Raul Araújo - professor de Jornalismo





“Gostei do candidato, pois ele se dispôs a vir ao debate. Ele além de se promover como candidato falando das suas propostas e partido ele também falou sobre sua profissão de jornalista.”

Thaís Stevaux Giannoni, 4° semestre/RP- 15 set




"Achei interessante. As propostas realmente no ponto de vista ‘deles’ são diferentes, apesar de ter uma idéia de proposta já concreta pelo menos no quesito educação.Achei interessante avaliar o ponto de vista deles, porém, o fórum está ajudando realmente a saber o porquê eu estou eliminando realmente o candidato que eu já estava pensando em não votar"

Júlio Bolfer, 4° semestre / JOR




“Achei super interessante essa idéia do CAJor em promover o Fórum Brasil. Desta forma, podemos conhecer melhor os candidatos, além de ser aberto a todos da Universidade.”

Luana Tavresi, 4° semestre/RP






"Essa iniciativa é muito boa, até mesmo para os alunos decidirem em quem irão votar. É bacana os universitários se reunirem no fórum para participar dos debates, com políticos da região e de fora para as pessoas terem idéias das prioridades dos políticos e também dos estudantes. Eu fiz anotações na primeira palestra, mas agora estou somente assistindo. Gostei dos discursos. Foi bom pela experiência"

Gabriel Cardoso - 2° semestre/JOR






“Interessante o debate, porém achei que esse candidato falou muito sobre a oposição sendo assim acho que ficaria legal ter alguém da oposição falando.”

Anelise Pinheiro Lemos - 4º semestre/RP - 15 set







"Foi interessante ter numa época de eleição, o abordar da política, o assunto, e trazer isso para o pessoal de jornalismo, que serão formadores de opinião. Eu acho válido; foi uma boa iniciativa do Centro Acadêmico e é realmente importante para o pessoal de jornalismo ter uma visão maior, não partidarizando, mas um olhar crítico pra algumas questões, principalmente de comunicação."

Vínicius de Medeiros Moraes, 6° semestre/JOR






"O fórum é interessante por proporcionar ao aluno o contato com os candidatos para as eleições de agora, de 2010, e terem consciência do valor do seu voto.Ele ajuda ao aluno a ter mais uma informação complementar, de maneira diferente, fora de uma sala de aula. Um exemplo disso é o candidato a deputado que deu informações interessantíssimas sobre política e sobre jornalismo; é interessante os alunos participarem desses fóruns porque eles complementam dando uma maior bagagem do que se é passado em sala de aula e ajuda a ‘pegar’ uma prática da teoria passada em aula."

Murilo Henrique, 8° semestre - JOR

sábado, 18 de setembro de 2010

Classe política rejeita 'aventureiros' na disputa


Lideranças são unânimes em debate no Fórum Brasil, na Uniso

Até a classe política reclama por reformas no processo eleitoral e critica a falta de limites na busca do voto. Esse foi um posicionamento unânime durante os debates do Fórum Brasil, realizado de 13 a 17 de setembro, pelo Centro Acadêmico de Jornalismo (CAJor), da Universidade de Sorocaba.

O evento contou com a participação do presidente nacional do PPS, senador Roberto Freire; do marketeiro político Chico Santa Rita (PV); do jornalista Raul Christiano Sanches (PSDB), assessor especial do ministro da Educação no governo FHC; da ex-prefeita paulistana Luiza Erundina (PSB) e do delegado da Polícia Federal, Protógenes Queiroz (PCdoB).

Para o presidente do CAJor, Rodrigo Calzzetta Freire, o objetivo da organização, em promover o debate ideológico e a apresentação das variadas óticas de um projeto nacional para o país, foi alcançado.

Aventureiros

Um dos destaques nos questionamentos, conforme Luiz Carlos Paes Vieira, da organização, foi o processo de banalização das candidaturas, acusado por parcela significativa dos universitários participantes.

Para o senador Roberto Freire, que abriu o evento na segunda-feira, a presença destacada de um palhaço na disputa - fazendo referência a um comediante que chama a atenção do horário eleitoral da TV, é salutar desde que o mesmo estivesse empenhado em participar do debate de projetos e não banalizar a importância da representação popular.

Mesma opinião é do especialista Chico Santa Rita. Com experiência de coordenação em mais de cem campanhas políticas ao longo das últimas três décadas, Santa Rita alerta que a população não enxerga quem está por trás destes chamarizes de votos.

O tucano Raul Christiano, no dia 15, foi mais explícito na critica. Ele lembrou que na eleição de 2002 ficou de fora da representação paulista para o congresso nacional, mesmo tendo quase 90 mil votos e o então "fenômeno" Enéas carregou para a Câmara dos Deputados, inexpressivas figuras com menos de mil votos.

A ex-prefeita paulistana, Luiza Erundina, defende que o capítulo constitucional que trata das comunicações no país seja regulamentado. Segundo a parlamentar muitas distorções no processo político brasileiro ainda são oriundos da concentração do controle da mídia na mão de poucas famílias no Brasil.

O delegado Protógenes Queiróz encerrou os debates nesta sexta (17) defendendo uma reforma política. Para ele o efeito Tiririca é uma afronta ao papel constitucional do congresso.

O Fórum Brasil aconteceu no auditório da biblioteca Aluísio de Almeida, no campus Cidade Universitária, e foi apoiado pelo Diretório Central dos Estudantes, Instituto Lunos, Centro Acadêmico Praxis (da Faculdade Pitágoras), Conselho Municipal do Jovem de Sorocaba, TV Votorantim e Sindicato dos Jornalistas Profissionais (delegacia regional).



Roberto Freire (PPS):

"O governo do PT viola os direitos do cidadão"










Chico Santa Rita (PV):

"Diversas campanhas escondem interesses"














Raul Christiano (PSDB):

"A educação é grande gargalo do progresso"









Luiza Erundina (PSB):

"Emociona ver os jovens debatendo política"








Protógenes Queiroz (PCdoB):

"Há carência de seriedade nesta eleição"






(Fotos: Guilherme Lion - Roberto Freire e Chico Santa Rita - ;
Marianna Barreto - Raul Christiano, Luiza Erundina e Protógenes Queiroz)

terça-feira, 14 de setembro de 2010

CAJor promove debate entre universitários e Roberto Freire sobre visão de Brasil

Evento acontece até sexta-feira; hoje o convidado é Chico Santa Rita (PV)


(Foto:Marianna Barreto/ Texto: Agência de Notícias Vitor Cioffi de Luca)

O I Fórum Brasil deu início à semana de encontros na noite desta segunda-feira, com a presença do presidente nacional do Partido Popular Socialista (PPS), Roberto Freire.

Com a participação de mais de 100 alunos e professores de Jornalismo e Relações Públicas, o convidado abriu o evento e debateu sobre os rumos políticos do país. O Fórum Brasil é uma realização do Centro Acadêmico de Jornalismo (CAJor) da Universidade de Sorocaba (Uniso).

O reitor da Uniso, Dr. Fernando de Sá Del Fiol, participou da solenidade de abertura e parabenizou a iniciativa do CAJor em promover o debate de ideias.

Durante o encontro, Freire respondeu a perguntas dos universitários e manteve o tom de crítica ao governo Lula - o PPS é aliado do PSDB na disputa presidencial. O convidado afirmou que o cidadão têm direito a três sigilos (fiscal, bancário e telefônico) e que o atual governo quebrou dois (bancário e fiscal) e que nada aponta que não vai quebrar o telefônico.

Em outro momento, Freire afirmou que “quem desconhece o passado não tem condições de votar conscientemente no presente”, e ressaltou ainda que o jovem tem papel fundamental na construção de um Brasil melhor.

Rodrigo Calzzetta Freire, presidente do CAJor, afirma que o primeiro dia do encontro atendeu a expectativa: “houve troca de diferentes pontos de vista entre os estudantes e o convidado. O objetivo do encontro é esse, que exista um debate, já que o Fórum é apartidário e aberto às diferentes manifestações dos convidados e dos estudantes presentes”, conclui.

Para a realização do evento, O CAJor conta com o apoio do Diretório Central dos Estudantes, TV Votorantim, Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo (delegacia regional de Sorocaba), Conselho Municipal do Jovem de Sorocaba e Centro Acadêmico de Administração da Faculdade Pitágoras.

O Fórum Brasil continua:

Nesta terça
Chico Santa Rita é jornalista e um dos maiores nomes no país na área de marketing político e estratégia eleitoral; realizou mais de 100 campanhas políticas.


Quarta-feira
Raul Christiano é jornalista e nome importante na fundação do PSDB. De 1995 a 2002, foi secretário- executivo do Ministério da Educação

Quinta-feira
Luiza Erundina exerce atualmente o cargo de deputada federal. Já governou o terceiro maior orçamento do país à frente da prefeitura do município de São Paulo.

Sexta-feira
Protógenes Queiroz (PC do B) é delegado da Polícia Federal e candidato a deputado fededal. Ganhou destaque nos últimos anos por suas atuações nos casos como MSI/Corinthians e Operação Satiagraha.

Entrada
A entrada é franca, com inscrição prévia pelo email cajornalismouniso@gmail.com.

Onde: auditório da biblioteca da Uniso - campus Cidade Universitária

Horário:19h às 20h.

Debate
Os convidados participam individualmente, em cada dia, apresentando sua visão de Brasil durante meia hora. Em seguida acontece o debate mediado, em que os universitários podem interagir com perguntas

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

STF libera humoristas para fazer piada com políticos


O vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Carlos Ayres Brito, liberou nesta quinta-feira, através de uma liminar, o uso de sátira política na propaganda eleitoral de rádio e televisão. A liminar foi proposta pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e TV (Abert).

No domingo, uma passeata reuniu mais de 500 humoristas e comediantes na praia de Copacabana. O protesto pacífico foi organizado para alertar a sociedade para uma forma de cerceamento a livre informação da imprensa.

Após a manifestação, diversos segmentos da sociedade iniciaram questionamento à proibição. O ministro Ayres Brito, no ato oficial da liminar, disse que “não cabe ao Estado definir previamente o que pode ou o que não pode ser dito por jornalistas”.

Dentre as reivindicações nos manifestos desde domingo, após a passeata dos humoristas, foi lembrado o ato de diversos candidatos utilizarem de piadas e jingles humorísticos em suas campanhas.

Ayres Brito ainda disse que a liminar foi concedida pelo fato de o humor ser uma das formas de trabalho da imprensa, que não deixa de ser uma veiculação de informação jornalística.

Percival de Souza lança livro de ficção inspirado em fatos reais

O jornalista Percival de Souza, 67, traz em sua nova obra um misto de ficção e realidade, debaixo das asas da experiência como jornalista investigativo e o que sofreu “na pele” nos tempos de ditadura.

“O Crime Quase Perfeito” é a estreia do escritor no universo ficional, e será lançado na próxima quinta-feira, 2 de setembro, pela Idea Editora.

Sobre o título, o jornalista o descreve como sua nova aventura. “Achei que era o momento de um recomeço, via ficção. É preciso certa dose de coragem. A empreitada é desafiante na arte de construir histórias. Esse “Crime quase perfeito”, planejado, abre uma série de novelas. Vamos tentar – da mesma maneira que eu, timidamente, comecei a enfrentar o cotidiano da realidade”, afirma Souza no livro.

Com quatro prêmios Esso de Jornalismo, Souza dedicou mais de 40 anos à profissão, a maior parte na crônica policial. Na estante de suas publicações, o escritor já tem 16 livros que contam a história de casos como o do misterioso crime da Rua Cuba, investigações da atuação do PCC, narcotráfico e personagens da ditadura militar, como o delegado Sérgio Paranhos Fleury (Autópsia do Medo).

O lançamento do livro acontece na Livraria Cultura – Conjunto Nacional, à Av. Paulista, 2073, às 19h30.

Foto: Divulgação

Região de Sorocaba registra mais de 40 dias sem chuva

A região de Sorocaba registrou nesta sexta-feira 42 dias sem chuvas. Nesta semana, a umidade relativa do ar chegou próxima aos 20%. Até domingo, segundo o Instituto Nacional de Metereologia, não há previsão de chuvas na região.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde –OMS- após o índice de umidade do ar ser inferior a 60%, o estado já deve ser considerado de alerta e atenção.

A recomendação de cuidados é maior ainda com crianças e idosos. Os hospitais da região estão registrando maior entrada dessa faixa etária com problemas respiratórios.

De acordo com especialistas, o recomendado é a ingestão diária de no mínimo dois litros de água. Os exercícios físicos também devem ser realizados somente no início da manhã e no final da tarde, com o sol mais fraco.

Mais de 300 cidades do Estado de São Paulo foram proibidas de realizar o corte de cana. Na noite dessa quinta-feira, a Secretaria Estadual do Meio Ambiente e a Cetesb – Companhia Estadual do Estado de São Paulo – emitiram um comunicado à população solicitando que evitem o uso de veículos.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Professora Luciana Coutinho lança livro sobre semiótica

A professora Dra. Luciana Coutinho Pagliarini de Souza, que dá aulas no mestrado e na graduação de comunicação da Uniso, lança na próxima sexta-feira, 03 de setembro, o livro ‘A trama do texto e da imagem: um jogo de espelhos’.

O evento de lançamento acontece a partir das 20 horas, na Livraria Espaço Alexandria, em Sorocaba. A autora analisa o universo do livro infantil utilizando-se do instrumental teórico de Charles Sanders Peirce.

“O livro nasceu da minha tese de doutorado. Trata das novas relações entre texto e imagem no livro infantil não mais pautadas na redundância”, conta Luciana.

A obra tem 150 páginas. Segundo Luciana, como produto de uma tese, teve 4 anos de elaboração e maturação. O processo de edição levou 1 ano.

“Imagens abstratas ou com alto valor simbólico passaram a habitar o livro infantil e trouxeram novas formas de ver e ler a separação de verbo e imagem”, explica sobre o livro.

“O legal de publicar é a possibilidade de você contribuir, de alguma forma, para se pensar sobre leitura, a eficácia comunicativa. É disseminar idéias que possam ampliar, ainda que um pouquinho, modos de pensar o conhecimento”, resume a professora.

A livraria Espaço Alexandria fica na Avenida Barão de Tatuí, 1377, no bairro Jardim Vergueiro. O telefone de contato é o 3233-4550.

Foto: José Neto.

Editoras da Folha lançam “A vaga é sua”, sobre carreira em jornalismo

A escolha da faculdade, o estágio e o primeiro dia de “foca” são alguns dos assuntos abordados no livro “A vaga é sua – Como se preparar para trabalhar em jornalismo”.

Ana Estela de Souza e Cristina Moreno de Castro, editoras de treinamento da Folha de S. Paulo, lançam o “manual” neste sábado (28), em São Paulo.

Além das dicas das próprias autoras de como entrar com o pé direito no mercado, Ana Estela e Cristina trazem experiências de profissionais como Juca Kfouri, José Hamilton Ribeiro, Boris Casoy, Marcelo Tas e Laurentino Gomes, que relatam histórias pessoais, de como iniciaram na área, além de dar dicas aos estudantes e recém-formados.


A publicação ensina ainda como preparar um currículo bem estruturado, a garantir a primeira experiência num estágio e a continuar os estudos escolhendo uma especialização adequada.


Ana Estela atua no Programa de Treinamento da Folha há 13 anos, e mantém o blog Novo em Folha, com novidades, vagas de estágio e reflexões sobre a profissão.

Mesmo antes de ser lançado oficialmente, o livro já está sendo vendido em algumas livrarias por cerca de R$ 30.

O lançamento acontece no Mezanino Livraria da Vila, na Rua Fradique Coutinho, 915, Vila Madalena – São Paulo, das 15h às 18h.

Com ABRAJI.

Argentina é palco de polêmica entre presidente e jornais

A Argentina foi palco entre ontem e hoje de uma polêmica envolvendo a presidente, Cristina Kirchner e os dois principais jornais do país, “Clarín” e “La Nacíon”.

A chefe do executivo acusou ontem os impressos de "conspirar ilegalmente com ditadores" para assumir o controle da principal fabricante de papel jornal do país há três décadas. O diário Clarín publicou hoje documentos que desmentem a versão de Kirchner.

Cristina acusou o Grupo "Clarín" e o "La Nación" de usar a Papel Prensa, principal fabricante de papel no vizinho país há três décadas, para impor "monopólio de imprensa na Argentina".

A empresa atua desde a ditadura de 1976-1983 e tem três proprietários: o "Clarín", o "La Nación" e o próprio governo argentino. No total, a Papel Prensa fornece papel jornal para mais de 130 clientes em todo o país.

Há mais de um mês, discussões e instabilidades geram polêmicas sobre uma possível tentativa de controle da imprensa argentina por parte do governo executivo. Nessa quarta-feira, o diário ‘Clarín’ publicou documentos com depoimentos que desmentem as acusações da presidente.

Os diários acusam o governo de tentar cercear a liberdade de imprensa, pressionando-os tentando controlar a principal matéria prima das publicações.

Informações: Folha On-Line

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Edital de escolha do patrono do CA

EDITAL DE ESCOLHA DE PATRONO
AGOSTO - 2010
Centro Acadêmico de Jornalismo - UNISO


a) Das Disposições Gerais

Art. 1º - A diretoria do Centro Acadêmico de Jornalismo da Universidade de Sorocaba (CAJOR) torna pública a realização do processo de escolha do patrono da entidade.

Art. 2º - A escolha realizar-se-á nos dias 26 e 27 de agosto de 2010.

Art. 3º - Estão habilitados a sugerir a nomeação e participar do processo de escolha, nominal e direta, todos os associados do CAJOR, universitários regularmente matriculados na graduação.

Art. 4º - O processo eleitoral fica orientado conforme o seguinte cronograma:

25/agosto - envio de sugestões dos nomes para candidatura, com justificativa, até às 23h59 no endereço eletrônico oficial do Centro Acadêmico de Jornalismo: (cajornalismouniso@gmail.com)

26/agosto – votação fechada em cada uma das turmas

27/agosto - votação fechada em cada uma das turmas até às 21h00

30/agosto – apuração e divulgação do patrono escolhido através do jornal ‘Foca Mural’ e da Agência de Notícias On Line “Jornalista Vitor Cioffi de Luca”

Art. 5º - Fica definida a seguinte estrutura da Comissão Eleitoral:

Presidente da Comissão Eleitoral – Miriam Bonora dos Santos
Secretária da Comissão Eleitoral – Cinthia Marigi Devisate Rodrigues
Membro da Comissão Eleitoral – Guilherme Maganhato

Art.6º - Ficam nomeados como responsáveis pelas cédulas eleitorais e assistência junto a Comissão Eleitoral os seguintes universitários, nominalmente em cada período:

2º PERÍODO/NOT – Carlos Rufini
4º PERÍODO/NOT – Jomar Bellini
6º PERÍODO/MAT – Andressa Moreno
6º PERÍODO/NOT – Míriam Bonora dos Santos
8º PERÍODO/NOT – Samuel Monaretti Paixão

Art. 7º - Será considerado escolhido patrono do Centro Acadêmico de Jornalismo o indicado que obtiver maioria simples de votos, não computados os em brancos e os nulos.

Parágrafo 1º – Havendo empate na primeira colocação, numa disputa com três ou mais possível patronímicos, será realizado um segundo escrutínio apenas com os dois mais votados.

Parágrafo 2º – Havendo empate numa disputa de apenas dois concorrentes caberá a diretoria a decisão soberana pelo desempate.

Art. 8º - Caberá a Comissão Eleitoral a aceitação dos nomes sugeridos para serem postados na cédula de escolha.

§ 1º - Ao deferir o pedido de registro de patronímico sugerido, a Comissão Eleitoral comunicará a decisão de imediato a Diretoria do CAJOR.

§ 2º - A decisão soberana, sobre o ato de indeferimento pela Comissão, será adotada de imediato pelo presidente do CAJOR, ouvido os membros que compõem a diretoria.

Art. 9º - Não será admitido nenhum tipo de propaganda eleitoral ou publicidade para divulgação dos nomes sugeridos.

Art. 10º - A cédula de escolha será confeccionada pela Comissão Eleitoral.

Art. 11º - Constará da cédula o nome de todos os patronímicos sugeridos e acatados pela Comissão Eleitoral.

Art. 12º - A ordem dos nomes sugeridos será a alfabética na cédula.

Parágrafo Único – A confecção de cédulas fica prejudicada no caso de havendo apenas uma chapa inscrita, quando se procederá pelo processo de aclamação pela Diretoria, ouvida a Comissão Eleitoral.

Art. 13º - Votação dar-se-á por sistema manual.

Parágrafo 1º - Não será admitido voto por procuração.

Parágrafo 2º - A entrega e recebimento da cédula será efetivada pelo representante de cada turma observada a nomeação do artigo 6º.

Art. 14º - Somente poderão votar estudantes regularmente matriculados, de acordo com a listagem fornecida pela Coordenação do Curso.

b) Disposições Finais

Art. 15º - Os casos omissos serão resolvidos por esta comissão.

Art. 16º - Qualquer acadêmico do Curso de Jornalismo poderá impetrar recurso contra o presente instrumento para impugná-lo, por escrito, discordando de seu conteúdo no todo ou em parte, no prazo de 2 (dois) dias, contando da data em que o mesmo tiver sido dado a sua publicidade, devendo a Diretoria julgar esta impugnação em igual prazo, suspendendo o vigor do presente edital.


Sorocaba/SP, 20 de agosto de 2010.


Rodrigo Calzzetta Freire
Presidente do Centro Acadêmico de Jornalismo (CAJOR)

Cinthia Marigi Devisate Rodrigues
Secretária do Centro Acadêmico de Jornalismo (CAJOR)

Presidente da Comissão Eleitoral – Miriam Bonora dos Santos
Secretária da Comissão Eleitoral – Cinthia Marigi Devisate Rodrigues
Membro da Comissão Eleitoral – Guilherme Maganhato
Membros da Comissão Eleitoral

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Cajor veicula segunda edição do “Foca Mural”

O Centro Acadêmico de Jornalismo (Cajor) veicula nesta segunda-feira, 23 de agosto, a 2º edição do Foca Mural. A publicação semanal pode ser vista no térreo dos Blocos Administrativo, A, B e C, além do primeiro andar do Bloco B. O Cajor realiza também eleição para escolha do patrono da entidade.

Nesta edição, a equipe de reportagem aborda a criação da agência de notícias on-line ‘Jornalista Vitor Cioffi de Luca”, a pesquisa de Iniciação Científica do estudante Thiago Consiglio Cruz (6º sem/not) e a eleição para escola do patrono do Cajor.


Agência On-line

A veiculação homenageia o fundador do jornal Diário de Sorocaba. Nesta fase de implantação, será enviado no e-mail dos alunos um boletim com 3 notícias as segundas, quartas e sextas-feiras. As matérias serão sobre o mundo da Comunicação, do Jornalismo, da Juventude e da região. O Cajor organiza ainda uma equipe de redatores para trabalhar na agência. A partir de 13 de setembro, as postagens serão diárias.

Eleição do patrono

O Cajor realiza escolha do nome do patrono da entidade. Todos os matriculados nas 5 turmas do curso devem enviar por e-mail sua sugestão de nome, com justificativa, até a meia noite da quarta-feira, 25/08. A eleição, nominal e direta, acontece em 26 e 27 de agosto, nos períodos matutino e noturno.

A divulgação do resultado será feita segunda-feira, 30 de agosto, no jornal ‘Foca Mural’ e na agência de notícias on-line ‘Jornalista Vitor Cioffi de Luca’. Nessa terça-feira, será divulgado edital informando o nome da Comissão Eleitoral e os estudantes responsáveis pela votação em casa classe. Os nomes sugeridos estarão fixados nos murais de cada sala de aula.

Humoristas protestam contra lei eleitoral
















A passeata ‘Humor sem censura” mobilizou cerca de 500 pessoas na tarde de domingo, na orla de Copacabana.


Humoristas de grandes emissoras de TV e Rádio se juntaram a centenas de anônimos no protesto contra um trecho da lei eleitoral de 1997, que proíbe charges e sátiras a candidatos durante os 90 dias que antecedem as eleições.

Liderados pelo grupo Comédia em Pé, as centenas de manifestantes carregavam cartazes e faixas caracterizando a norma como repressora da manifestação artística.

Humoristas famosos como Danilo Gentili, do CQC, Hélio de La Peña e Marcelo Madureira, do Casseta&Planeta, Sabrina Sato, do Pânico na TV, Lúcio Mauro Filho e Sérgio Malandro, foram às ruas para mobilizar a população e reclamar mudanças na lei.

As restrições foram impostas há 13 anos, pela Lei eleitoral n 9.504/97 proíbe emissoras de rádio de TV de usar “trucagem, montagem ou outro recurso de áudio ou vídeo que, de qualquer forma, degradem ou ridicularizem candidato, partido ou coligação”. A infração da norma pode gerar multa de até R$ 200 mil.

Segundo especialistas, há dois caminhos para modificar a lei. Um deles seria a modificação do texto original, mas isso exigiria aprovação do Congresso, o que é inviável em período de campanha. A segunda alternativa é requerer uma declaração de inconstitucionalidade ao Supremo Tribunal Federal (STF), para que retire o trecho da lei relacionado ao humor.

Estudante de Jornalismo pode se tornar Miss Universo hoje

A estudante de Jornalismo Débora Lyra pode se tornar destaque mundial na noite dessa segunda-feira: a musa brasileira, de 20 anos de idade, é uma das 83 finalistas do concurso Miss Universo.

O título será disputado em Las Vegas, nos Estados Unidos. Débora venceu o Miss Brasil representando Minas Gerais. A beldade é estudante da Faculdade Pitágoras (MG).

Uma estudante de Jornalismo pode se tornar destaque mundial na noite dessa segunda-feira: Débora Lyra, de 20 anos de idade, é uma das 83 finalistas do concurso Miss Universo.

O título será disputado em Las Vegas, nos Estados Unidos. Débora venceu o Miss Brasil representando Minas Gerais. A musa é estudante da Faculdade Pitágoras (MG).


A disputa acontece logo mais no luxuoso hotel Mandalay Bay Resort & Casino.
A beldade brasileira domina inglês e espanhol. A ‘foca’, natural do Espírito Santo, ostenta seu sorriso no alto de seu 1,80m de altura.

Débora pode se tornar a terceira brasileira a ganhar o título de mulher mais bela do planeta. A última vez que uma brasileira venceu a competição de beleza internacional foi em 1968, com Ieda Maria Vargas. A primeira conquista veio cinco anos antes, em 196, com Marta Vasconcellos.

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Reunião - Hora da Verdade

Hora da Verdade forma equipe

Nesta quinta-feira, dia doze de agosto, a presidência do Centro Acadêmico de Jornalismo, da Universidade de Sorocaba, realiza a primeira reunião com a equipe de direção do projeto 'Hora da Verdade', a partir das 18h, no hall de entrada da Biblioteca 'Aluisio de Almeida', no Campus Raposo Tavares.

O 'Hora da Verdade' é uma iniciativa de locução do mundo acadêmico com jornalistas que militam na profissão escolhida para a sua graduação acadêmica original. Ele busca mitigar a ausência de contatos regulares com profissionais que abraçaram este importante segmento da Comunicação para seu labor cotidiano.

Os universitários regularmente matriculados no curso de Jornalismo da Uniso podem participar mediante inscrição pelo email cajornalismouniso@gmail.com, com gravação prevista para o estúdio de TV no bloco B a partir de setembro.

Entre os convidados para esta primeira fase do programa estão Renata Golombieski (TV Tem), Janete Gutierrez (ex-TV Globo e atual assessora de imprensa do Instituto Chico Mendes), Susi Berbel (consultora de Comunicação ) e Renato Monteiro (ex-Bom Dia).

Todos os programas gravados serão posteriormente transmitidos por TV Web e disponibilizados nas bibliotecas de todas as faculdades de jornalismo do Estado de São Paulo. Os alunos da Uniso podem participar da produção, pauta e técnica.

segunda-feira, 3 de maio de 2010

ATO DE DEFERIMENTO DE CHAPA


EDITAL DAS ELEIÇÕES 2010
Centro Acadêmico de Jornalismo - UNISO


ATO DE DEFERIMENTO DE CHAPA



1. A Comissão de Organização e Eleição (COE), por seu pleno, de conformidade com o Edital das Eleições 2010, para escolha da diretoria do Centro Acadêmico de Jornalismo, da Universidade de Sorocaba, promoveu virtualmente a reunião para análise do referido estágio do processo e de conformidade com o seu artigo 9, parágrafo 2º, faz saber que decidiu sobre o registro único de chapa.

2. Para cumprimento da atual fase dos seus procedimentos faz publicar o nome da respectiva chapa e de seus componentes:

Nome da Chapa: FILHOS DA PAUTA
a.Presidente: Rodrigo Calzzetta Freire (5º Período - Noturno)
b.Vice- presidente: Guilherme Maganhato da Costa (1º Período - Noturno)
c.Tesoureiro geral: Marília Anaterci Ramos Pagliato (1º Período - Noturno)
d.Secretário Geral: Cínthia Marigi Devisate Rodrigues (5º Período - Noturno)
e.Diretor de Comunicação: Guilherme Henrique Ferreira (5º Período - Noturno)
f. Diretor de Eventos: Bruno Pietro (7º Período - Noturno)
g.Diretor de Esportes: Fábio José Tameirão (5º Período - Noturno)
h.Diretor de Campanhas: Priscila Fernandes da Silva (3º Período - Noturno)
i. Diretor de Profissionalização e Mercado: Igor Feitosa Tanaka (5º Período-Noturno)
j. Diretor de Ensino, Pesquisa e Extensão : Andressa Fernanda Moreno (5º Período - Matutino)
l. Diretor Vogal: Alan Hudson Siqueira (1º Período - Noturno)

3. Para que seja permissionada a integral participação dos associados - alunos do curso de Jornalismo, a Comissão de Organização e Eleição (COE), por seu pleno, predispõe até as 22h desta segunda-feira, dia 03 (três) de maio de 2010, pelo espaço virtual da entidade (cajornalismouniso@gmail.com) a possibilidade de interposição de recurso à parte que se julgue interessada, disposição lastreada no art. 10º do edital que preside a presente eleição.

4. Somente após a análise de possível interposição recurso será liberada a respectiva propaganda eleitoral e tornado público os novos procedimentos adotados a Comissão de Organização e Eleição (COE).




Luiz Carlos Paes Vieira
Presidente da Comissão de Organização e Eleição (COE)

César Augusto Santos
Secretário da Comissão de Organização e Eleição (COE)


Marcelo de Almeida Júnior
André Luís dos Santos
Maria Verusia Araujo Silio
Membros da Comissão de Organização e Eleição (COE)


Sorocaba/SP, 03 de Maio de 2010.

sexta-feira, 30 de abril de 2010

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

EDITAL DAS ELEIÇÕES 2010
Centro Acadêmico de Jornalismo - UNISO

a) Das Disposições Gerais

Art. 1º - A eleição para a diretoria do Centro Acadêmico de Jornalismo, da Universidade de Sorocaba, realizar-se-á em 07 de maio de 2010, das 08h00 às 11h00 e das 19h00 às 21h00, no Campus Cidade Universitária, sito na rodovia Raposo Tavares km 92,5 – Sorocaba/SP, na sala da Coordenação do curso.
Parágrafo Único – Havendo somente uma chapa inscrita proceder-se-á com o processo por aclamação mediante sessão no dia 07 de maio de 2010, às 19h00, no mesmo local referido no caput.

Art. 2º - A eleição dar-se-á através do voto direto, secreto e universal.
Parágrafo Único – Poderão votar todos os alunos regularmente matriculados no curso de Jornalismo.

Art. 3º - A participação nesta eleição dar-se-á através do registro de CHAPAS para a diretoria do Centro Acadêmico de Jornalismo.

Art. 4º - Será considerada eleita a CHAPA que obtiver maioria simples de votos, não computados os em brancos e os nulos.
Parágrafo 1º – Havendo a inscrição de apenas uma chapa e tendo sido a mesma homologada, na data prevista para a eleição será realizada uma assembléia visando a aclamação da mesma.
Parágrafo 2º – Havendo empate será considerada eleita a chapa cujo presidente apresentar mais idade (anos, meses, dias).

Art. 5º - Poderão compor CHAPA todos os estudantes regularmente matriculados no curso de Jornalismo.

b) Do Registro das Chapas

Art. 6º - A Chapas poderão efetuar seus registros no período de 29 e 30 de abril de 2010, pela internet, mediante remessa de requerimento simples, nominativo com os componentes e nome da chapa, para o email: cajornalismouniso@gmail.com.

Art. 7º - O pedido de registro deve ser instruído com seguintes documentos:
I – Lista dos componentes da CHAPA com a devida indicação do cargo que o mesmo ocupará na diretoria da entidade e respectivos telefones e emails;
a) Os cargos que compõe a diretoria do Centro Acadêmico de Jornalismo - CAJOR são:
a.Presidente
b.Vice- presidente
c.Tesoureiro geral
d.Secretário Geral
e.Diretor de Comunicação
f. Diretor de Eventos
g.Diretor de Esportes
h.Diretor de Campanhas
i. Diretor de Profissionalização e Mercado
j. Diretor de Ensino, Pesquisa e Extensão
l. Diretor Vogal
b) Somente será aceita chapa em que todos os cargos estiverem devidamente preenchidos.
II – Posteriormente autorização, por escrito, de cada membro da CHAPA para que seu nome conste da mesma.

Art. 8º - A CHAPA indicará no pedido de registro o nome com o qual fará campanha.
Parágrafo Único – Verificada a ocorrência de homonímia, a Comissão Eleitoral dará preferência a Chapa que primeiramente efetuou o registro.

Art. 9º - A Comissão decidirá até o dia 03 de maio sobre o registro da CHAPA.
§ 1º - Ao deferir o pedido de registro, a Comissão Eleitoral publicará o nome da CHAPA com sua devida Composição.
§ 2º - Ao indeferir a Comissão informará, por escrito, sua decisão, devidamente fundamentada, a qualquer membro da CHAPA.

Art. 10º - Das decisões desta Comissão sobre o registro de Chapas cabe recurso à parte interessada.

c) Da Propaganda Eleitoral em Geral

Art. 11º - As despesas da campanha eleitoral serão realizadas sob a responsabilidade das CHAPAS.

Art. 12º - A propaganda eleitoral somente é permitida após o deferimento do pedido de registro.

Art. 13º - Independente da obtenção de licença ou de autorização da Comissão Eleitoral é livre a veiculação de propaganda eleitoral pela distribuição de folhetos, volantes e outros impressos, os quais devem ser editados sob responsabilidade da CHAPA.

Art. 14º - A realização de qualquer ato de propaganda, nos termos desta, não depende da licença da comissão eleitoral.

d) Da cédula eleitoral

Art. 15º - A cédula será confeccionada pela Comissão Eleitoral.

Art. 16º - Constará da cédula o nome de todas as CHAPAS que tiverem seus registros deferidos e não impugnados pela Comissão.

Art. 17º - A ordem das CHAPAS na cédula será definida por ordem de inscrição.
Parágrafo Único – A confecção de cédulas fica prejudicada no caso de havendo apenas uma chapa inscrita, quando se procederá pelo processo de aclamação.

e) Da Votação

Art. 18º - Votação dar-se-á por sistema manual.
Parágrafo 1º - Não será admitido voto por procuração.
Parágrafo 2º – Havendo somente uma chapa inscrita se procederá pelo sistema de aclamação.

Art. 19º - Somente poderão votar estudantes regularmente matriculados, de acordo com a listagem fornecida pela Coordenação do Curso.

Art. 20º - Durante a eleição observar-se-á o seguinte procedimento:
I – o eleitor votará por ordem de chegada;
II – o eleitor identificar-se-á através da Carteira de Estudante ou qualquer outro documento oficial de identificação que contenha foto;
III – os mesários localizarão o eleitor pela lista fornecida ela Coordenação do Curso;
IV – não havendo dúvidas sobre a identidade do eleitor, o mesmo assinará a lista ao lado do seu nome e receberá a cédula eleitoral, a qual deverá estar rubricada no verso, pelos componentes da mesa;
V – o eleitor se dirigirá até a cabine, onde assinalará um X no retângulo em branco, diante da CHAPA de sua preferência.
VI – o eleitor dirigir-se-á até à urna e depositará seu voto.



f) Da Mesa Receptadora

Art. 21º - A mesa receptora terá seus membros nomeados, em quantidade de 3 (três), pela Comissão Eleitoral.

Art. 22º - Qualquer chapa pode impugnar a nomeação do membro da Mesa Receptora, cabendo a Comissão Eleitoral apreciar o mencionado requerimento.

Art. 23º - Não podem ser nomeados integrantes da mesa receptora e da Comissão Eleitoral componentes de quaisquer chapas concorrentes.

g) Da Apuração

Art. 24º - A apuração iniciar-se-á logo após o término da votação na sala da Coordenação do curso.

Art. 25º - A apuração dos votos será pública.

Art. 26º - O processo de apuração, uma vez iniciado, não será interrompido até a divulgação do resultado final.

Art. 27º - Na duração da apuração observar-se-á o seguinte procedimento:
I – Contadas as cédulas, a junta apuradora verificará se o número de votos da urna coincide com o número de assinatura na lista de votantes;
II – as impugnações de votos de urnas serão decididas na hora pela Comissão Eleitoral;
III – Serão considerados nulos todos os votos que contenham inscrições que não deixem evidente a opção do eleitor por algumas das CHAPAS, bem como aquelas cédulas que não estiverem rubricadas por pelo menos, dois membros da mesa receptora;
IV – serão considerados brancos os votos que estiverem rubricados por pelo menos, 2 (dois) membros da mesa apuradora e não tiverem inscrição alguma.

h) Da Fiscalização das Eleições

Art. 28º - A lista de fiscais de cada uma das chapas concorrentes deverá ser encaminhada à Comissão Eleitoral até 2 (dois) dias antes do pleito.
I – Poderá ser credenciado 1 (um) fiscal de cada Chapa para mesa receptora e junta apuradora;
II – as credenciais de fiscais serão expedidas, exclusivamente, pelas CHAPAS.

Art. 29º - As chapas poderão fiscalizar todas as fases do processo de votação e apuração das eleições, inclusive preenchimento das atas e totalização dos resultados.

i) Disposições Finais

Art. 30º - Os casos omissos serão resolvidos por esta comissão.

Art. 31 - Qualquer acadêmico do Curso de Jornalismo poderá impetrar recurso contra o presente instrumento para impugná-lo, por escrito, discordando de seu conteúdo no todo ou em parte, no prazo de 2 (dois) dias, contando da data em que o mesmo tiver sido dado a sua publicidade, devendo esta Comissão julgar esta impugnação em igual prazo.


Luiz Carlos Paes Vieira
Presidente da Comissão de Organização e Eleição (COE)

César Augusto Santos
Secretário da Comissão de Organização e Eleição (COE)

Marcelo de Almeida Júnior
André Luís dos Santos
Maria Verusia Araujo Silio
Membros da Comissão de Organização e Eleição (COE)


Sorocaba/SP, 28 de abril de 2010.